“LEI DA ATRAÇÃO” – VOCÊ ATRAI OU CRIA?

pensamentos

“Tudo é energia e isso é tudo o que há. Sintonize a realidade que você deseja e inevitavelmente essa é a realidade que você terá. Não tem como ser diferente. Isso não é filosofia. É física” – Albert Einstein

Desde da publicação do famoso livro “O Segredo”, há grande interesse social e corporativo de entender e aplicar os conceitos referentes a “Lei da Atração”. A pergunta fundamental que deve ser feita é: você ATRAI ou CRIA?

Suposição válida a qualquer cenário pessoal e profissional: promoção, demissão, oportunidade, melhoria de vida, relacionamentos, aquisição de um bem material, novos negócios, realização de sonhos; enfim, criamos ou atraímos esses fatores? Mais do que simplesmente um fator de miticismo ou crédulo, a lei implacável, simples e real: deve ser, você ATRAI ou CRIA?

Sobre essa questão,  partimos a uma visão chave e de ruptura, na forma de enxergar o que lhe cerca. Se você disser que em seu caso, ATRAI. Então as coisas estão do lado de fora. Tratam-se de variáveis externas que você ATRAI, até você e não controla efetivamente nenhuma delas. Como um mero coadjuvante, você não participa de forma direta, em sua criação ou elaboração. Já o atrai concebido, como mero “acaso” de um destino.

Mas isso não está acontecendo, você não ATRAI nada, apenas CRIA. O fluxo da realização é feito de dentro para fora. Parece inicialmente filosófico demais esse ponto, porém vamos refletir.

Qualquer coisa que você tenha na sua vida, você as trouxe de dentro para fora, foram todas originadas e criadas, dentro de você. Nos referimos a: sua riqueza, pobreza, emprego, namorada (o), educação, entre outros. Sim, foram criadas por você, vieram de você, sejam positivas ou negativas.

Podem ser que tenham sido criadas em um outro momento de sua vida, através de um diferente contexto e agora você está vivenciando, o que projetou há alguns meses ou anos atrás. O fator mais importante a sua compreensão é entender que tudo começa de dentro e depois reflete para fora, ao meio externo, como uma obra de arte sendo pintada por um artista. Você criando constantemente e dinamicamente, a sua vida.

Então você precisa se convencer de toda criação é realizada, internamente. Não atraída. Perceba o fluxo.

O que você anda cultivando dentro de você? Seus pensamentos, desejos, bagagem de conhecimentos, motivação, sonhos. São eles que lhe propulsionarão a realização externa. Se você não tem o molde (blueprint) do sucesso e da realização estampados internamente, nunca serão manifestadas, não há meio de criá-los, sem referência ou sem modelo. O externo é “uma cópia” do que você tem dentro. 

O tempo todo estamos correndo para ter e conquistar “coisas”, galgar posições e nos realizarmos, lá fora. É natural. É de nossa cultura esse comportamento. Pois somos orientados, por palavras de fora. E não nos damos conta da importância de nossa natureza interna.

Reflexão é sobre ir para dentro. Faça uma simples experiência, mesmo se você não tiver R$ 50,00 na carteira. Passe os próximos 3 dias refletindo, focando e meditando, sobre esse objetivo. Você será capaz de criá-lo. Simples assim. Mentalize suas conquistas, uma a uma. Conquistou pouco do que ainda há de conquistar defronte aos seus maiores sonhos, mas não acorde e durma um dia sequer, sem mentalizar seus próximos passos e objetivos, sejam pessoais ou profissionais.

Tenha um sonho grande, durma e acorda com ele.  Olhe no espelho todos os dias, no fundo dos seus olhos e fortaleça seus objetivos. “Eu posso, eu consigo”. Faça do tempo seu aliado. Veja-o como um fator positivo e não negativo, em seu trajeto.

Preocupe-se menos, com o lado externo. Acontecerá por si só, como o equilíbrio da natureza, onde sabe em qual época do ano deve deixar sua folhas caírem, para que possa proporcionar frutos mais adiante.

Nunca espere algo que não deseja e nunca deseje algo, que não espera. Quando você mentaliza algo que não quer, atrai o indesejado e quando deseja algo que não espera, está simplesmente dissipando a valiosa força mental.

Então, lhe desafio, vamos começar a CRIAR? E esquecer o ATRAIR?

Sucesso!

Rodrigo Quinalha

Palestrante Corporativo

Professor MBA & Pós – FIA – Fundação Instituto de Administração 

 

 

 

 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s